quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Oração

"Orar com um coração contrito e sincero é aproximar-se de Deus"



Mas, para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor Deus, para anunciar todas as tuas Obras. Salmo 73.28


Nessa vida de tantas dificuldades, de tantos problemas, nosso maior bem é a íntima comunhão com Deus! Ele está sempre com a gente, guiando-nos por sua Palavra e seu Espírito, sustentando-nos pelo seu Poder.

O nosso lema nessa vida deve ser como diz o apóstolo Paulo na carta aos filipenses, capítulo 1, verso 21: "Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho"

Diante de momentos tão difíceis que nos aparecem; quando nossa carne e nossos corações desfalecem, Deus fortalece o nosso ser para sempre.

Que nessa busca pela aproximação de Deus, possamos declarar: A quem tenho eu no Céu além de ti? E quem há na terra quem eu queira mais que a ti? Salmo 73.25

Que nós vençamos as dificuldades através da fé e confiança no Senhor Jesus! E provemos a nossa
fé em Deus anunciando todas as Suas Obras incansavelmente, com amor, dedicação, alegria, zelo e fidelidade!



By Taty Amaral

2 comentários:

Thamires Jaqueline disse...

Boa tarde, meu nome é Thamires tenho 17 anos e quero compartilhar com vocês meu testemunho.
Eu não nasci em berço evangélico, mas me lembro de quando tinha uns 5 anos que todos os domingos de manhã ia uma senhorinha, de bengala, até a minha casa ensinar para mim e para a minha irmã sobre Jesus Cristo. E o que eu me maravilho é que aquela senhorinha não media esforços para ir até a minha casa, ela morava longe e pra chegar até a minha residência ela tinha que subir e descer morros, mas nada disso a impedia de passar a mensagem de Cristo para nós. Passou um tempo e ela ficou muito debilitada devido a uma enfermidade, minha mãe nos levou algumas vezes na casa dela, pois eu e minha irmã sentimos falta dela. Paramos de ir na casa dela, porque não sabíamos se podemos ou não ir até lá. Porém próximo a minha casa tem uma igreja que tem um trabalho MARAVILHOSO com crianças e nesse tempo estava acontecendo a EBF (Escola Bíblica de Férias) minha nos levou até lá e eu e a minha irmã passamos a frequentar a igreja, até mesmo após a EBF. Nós duas acordávamos todos os domingos as 8 horas da manhã sozinhas, para ir sozinhas para a igreja. Passou um tempo e não sei porque e nem como, paramos de ir pra igreja. crescemos e eu com uns 12 anos e a minha irmã Thaís uns 13, fomos tragadas pelo mundo, o conhecemos de verdade, por influência de alguns amigos começamos a ir a uma igreja de outra religião, a frequentamos mais ou menos 2 anos. Por que paramos de frequenta-la? Porque o Senhor me fez recordar de duas lições que tinha aprendido na Escola Bíblica Dominical. A primeira é sobre Davi, que cometeu um adultério com Bete-Seba, ele sofreu as consequências, seu filho que era fruto desse adultério morreu, mas Deus o perdoou e continuou o a amando.
A segunda é sobre Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que foram levados cativos para a Babilônia, lá o rei fez uma imagem e decretou que todos deveria se prostrar diante dela e quem desobedecesse esse decreto deveria ser jogado na fornalha, porém Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, não se prostraram, pois na terra de seus pais eles haviam aprendido que não devemos nos prostrar diante de nenhuma imagem ou escultura nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Pois está escrito nas esculturas.
Continuando o meu testemunho, após me recordar dessas lições, conversei com a minha irmã e percebemos que aquele não era o nosso lugar. Procuramos uma igreja evangélica e hoje para glória de Deus estamos no caminho certo, esse ano completou 3 anos que nos acertamos.
*
Estou compartilhando esse testemunho com vocês para que percebam a tamanha importância do trabalho com a crianças, pois foi por causa de uma semente plantada quando eu era criança que hoje estou nos caminhos do SENHOR! Hoje trabalho no departamento infantil da minha igreja e tenho o maior prazer em fazer isso, em trabalhar para CRISTO!! :)

Thamires Jaqueline disse...

Boa tarde, meu nome é Thamires tenho 17 anos e quero compartilhar com vocês meu testemunho.
Eu não nasci em berço evangélico, mas me lembro de quando tinha uns 5 anos que todos os domingos de manhã ia uma senhorinha, de bengala, até a minha casa ensinar para mim e para a minha irmã sobre Jesus Cristo. E o que eu me maravilho é que aquela senhorinha não media esforços para ir até a minha casa, ela morava longe e pra chegar até a minha residência ela tinha que subir e descer morros, mas nada disso a impedia de passar a mensagem de Cristo para nós. Passou um tempo e ela ficou muito debilitada devido a uma enfermidade, minha mãe nos levou algumas vezes na casa dela, pois eu e minha irmã sentimos falta dela. Paramos de ir na casa dela, porque não sabíamos se podemos ou não ir até lá. Porém próximo a minha casa tem uma igreja que tem um trabalho MARAVILHOSO com crianças e nesse tempo estava acontecendo a EBF (Escola Bíblica de Férias) minha nos levou até lá e eu e a minha irmã passamos a frequentar a igreja, até mesmo após a EBF. Nós duas acordávamos todos os domingos as 8 horas da manhã sozinhas, para ir sozinhas para a igreja. Passou um tempo e não sei porque e nem como, paramos de ir pra igreja. crescemos e eu com uns 12 anos e a minha irmã Thaís uns 13, fomos tragadas pelo mundo, o conhecemos de verdade, por influência de alguns amigos começamos a ir a uma igreja de outra religião, a frequentamos mais ou menos 2 anos. Por que paramos de frequenta-la? Porque o Senhor me fez recordar de duas lições que tinha aprendido na Escola Bíblica Dominical. A primeira é sobre Davi, que cometeu um adultério com Bete-Seba, ele sofreu as consequências, seu filho que era fruto desse adultério morreu, mas Deus o perdoou e continuou o a amando.
A segunda é sobre Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que foram levados cativos para a Babilônia, lá o rei fez uma imagem e decretou que todos deveria se prostrar diante dela e quem desobedecesse esse decreto deveria ser jogado na fornalha, porém Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, não se prostraram, pois na terra de seus pais eles haviam aprendido que não devemos nos prostrar diante de nenhuma imagem ou escultura nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Pois está escrito nas esculturas.
Continuando o meu testemunho, após me recordar dessas lições, conversei com a minha irmã e percebemos que aquele não era o nosso lugar. Procuramos uma igreja evangélica e hoje para glória de Deus estamos no caminho certo, esse ano completou 3 anos que nos acertamos.
*
Estou compartilhando esse testemunho com vocês para que percebam a tamanha importância do trabalho com a crianças, pois foi por causa de uma semente plantada quando eu era criança que hoje estou nos caminhos do SENHOR! Hoje trabalho no departamento infantil da minha igreja e tenho o maior prazer em fazer isso, em trabalhar para CRISTO!! :)